Previsão do Giro de Estoques: uma alternativa com o uso de dados do forecast

Previsão do Giro de Estoques: uma alternativa com o uso de dados do forecast

Uma das métricas básicas para qualquer empresa é o giro de estoques. Uma gestão efetiva do estoque mantém os custos baixos e garante que a empresa possa atender à demanda dos clientes de forma oportuna. Uma maneira inovadora de avaliar a efetividade é através do uso do forecast para calcular a previsão do giro de estoques. Vamos explorar como essa abordagem pode ser valiosa para os negócios.

O que é previsão do giro de estoques?

A previsão do giro de estoques é uma medida que avalia a rapidez com que os produtos são vendidos e repostos no estoque durante um determinado período de tempo. Tradicionalmente, essa métrica é calculada dividindo o custo das mercadorias vendidas (CMV ou COGS) pelo estoque médio. No entanto, uma abordagem alternativa, mas igualmente efetiva, é usar o forecast em vez do CMV.

Por que usar a previsão de vendas?

A previsão de vendas é uma estimativa cuidadosamente elaborada da quantidade de produtos que uma empresa espera vender durante um determinado período de tempo. É baseada em uma variedade de dados, como histórico de vendas, tendências de mercado, sazonalidade, dados qualitativos, algoritmos e mudanças nas preferências dos clientes. A prática mostrada nos programas aChain mostram todos os detalhes do cálculo de forecast.

Integrar a previsão de vendas ao cálculo da previsão do giro de estoques oferece várias vantagens:

  1. Alinhamento com objetivos de negócios: a previsão do giro de estoques baseada na previsão de vendas reflete diretamente as metas de vendas e as estratégias de mercado da empresa.
  2. Foco na demanda do cliente: o forecast é uma medida da demanda esperada dos clientes. Usar isso para calcular a previsão do giro de estoques coloca o cliente no centro da equação de gerenciamento de estoque.
  3. Visibilidade da efetividade operacional: ao relacionar a quantidade de produtos vendidos com o estoque disponível, as empresas podem avaliar com mais acurácia a efetividade de suas operações de estoque.

Como calcular a previsão do giro de estoques utilizando dados de forecast

A fórmula para calcular a previsão do giro de estoques usando dados de forecast é simples:

Previsão do Giro de Estoque = Forecast / Estoque Médio

  • Forecast (Previsão de vendas): a quantidade de produtos que a empresa espera vender durante um determinado período de tempo.
  • Estoque médio: a média da quantidade de produtos em estoque ao longo do mesmo período de tempo.

Essa fórmula fornece uma medida direta da efetividade com que o estoque está sendo gerenciado em relação à demanda esperada dos clientes.

Benefícios da abordagem utilizando forecast para cálculo da previsão do giro de estoques

  1. Agilidade nas decisões de estoque: ao usar a previsão de vendas, as empresas podem tomar decisões de estoque mais rápidas e precisas, garantindo que estejam alinhadas com as expectativas de vendas.
  2. Redução de custos: uma gestão efetiva do estoque, baseada na demanda prevista, pode ajudar a reduzir os custos associados ao excesso de estoque e à obsolescência de produtos.
  3. Melhoria do atendimento ao cliente: ao alinhar o estoque com a demanda dos clientes, as empresas podem garantir que tenham os produtos certos disponíveis quando os clientes precisarem, melhorando a satisfação do cliente.

Desvantagens da abordagem utilizando forecast para cálculo da previsão do giro de estoques

  1. Sensibilidade à precisão da previsão de vendas: a efetividade do cálculo da previsão do giro de estoques depende da acuracidade dos dados de previsão de vendas.
  2. Impacto de flutuações no mercado: mudanças repentinas na demanda do mercado podem distorcer as previsões de vendas.
  3. Complexidade do gerenciamento de inventário: gerenciar o estoque com base no forecast pode ser mais complexo do que usar métricas tradicionais.
  4. Ignora os custos de manutenção de estoque: o cálculo da previsão do giro de estoques com base na previsão de vendas pode ignorar os custos associados à manutenção do estoque.
  5. Não considera a rentabilidade dos produtos: não leva em conta a rentabilidade dos produtos.

Exemplos de aplicação em duas indústrias

  1. Indústria de vestuário: uma marca de moda pode usar previsões de vendas sazonais para determinar a quantidade de estoque necessário para cada temporada. Ao calcular a previsão do giro de estoques com base nessas previsões, a empresa pode garantir que tenha os produtos certos disponíveis durante os picos de demanda, evitando ao mesmo tempo o excesso de estoque durante os períodos de baixa temporada.
  2. Indústria alimentícia: uma empresa de alimentos pode usar previsões de vendas históricas e tendências de mercado para calcular a previsão do giro de estoques de seus produtos perecíveis. Isso permite que a empresa mantenha um estoque adequado para atender à demanda dos clientes, ao mesmo tempo em que minimiza o desperdício de produtos perecíveis.

É importante que as empresas ponderem cuidadosamente essas desvantagens ao decidir se devem ou não adotar a abordagem de usar dados de forecast para calcular a previsão do giro de estoques. Embora essa metodologia ofereça benefícios, é essencial estar ciente das possíveis armadilhas e mitigar os riscos associados por meio de uma gestão de estoque diligente e adaptável.

Este texto não afirma que a metodologia utilizando o forecast é melhor ou pior em relação à metodologia tradicional, que calcula o giro de estoques como COGS/Estoque Médio. O objetivo é apresentar uma alternativa.

 

César Mangabeira

Agenda

Confira datas, horários, locais e faça sua inscrição

Encerramento das inscrições

Encerramento das inscrições em até 15 dias antes do início do evento, ou enquanto durarem as vagas.

Loja

Acesse a loja e faça seu pedido!